Corpo e mente em equilíbrio

Thaís Domingues aceitou o desafio da blogueira Analu Lourenço para uma vida mais saudável. E, de quebra, ela envolveu toda a família e potencializou os resultados dessa empreitada.
POR Vitória Avancini FOTOS Mirella Lopes e Reprodução

A dificuldade para dar o pontapé inicial em novos projetos tem uma explicação científica. A Teoria dos 21 Dias, formulada pelo cirurgião plástico americano Maxwell Maltz, na década de 60, defende a ideia de que o cérebro precisa desse período para assimilar um novo hábito e, depois da repetição, fica mais fácilmanter o propósito.

foto 1Com esse conceito em mente, a digital influencer e musa fitness Analu Lourenço desenvolveu um movimento saúde, o Desafio 21 Dias Analu, com o apoio de um time de profissionais capacitados, para incentivar seus seguidores a adquirir bons hábitos em prol de uma qualidade de vida melhor. “Tudo para mostrar a importância de se sentir bem consigo e buscar o equilíbrio entre corpo e mente pra ser feliz. A regra é respeitar os limites do corpo!”, contaAnalu.

😉

Dentre as participantes,a coach Thaís Domingues, de 23 anos, se destacou. Ela envolveu o maridão, Gabriel Rangel, e até o pequeno Thomas, de seis meses, nos treinos diários e na mudança alimentar. “Como íamos juntos, a jornada se tornou mais divertida. Nos vimos obrigados a ser mais saudáveis porque sabemos que os filhos são reflexos dos pais e queremos dar bons exemplos para o Thomas!”, conta.

Desde a gravidez, quando chegou a ganhar 16 quilos, Thaís estipulou uma meta pessoal de chegar aos 20% de gordura corporal. Com esse objetivo, fez um planejamento de treino e elaborou uma dieta a base de proteínas.

Após o desafio, Thaís conseguiu reduzir 10% dos 40% da gordura corporal que ela tinha e pretende continuar com a rotina. “Minha autoestima melhorou muito, pois mostrei que sou capaz de ser consistente e determinada até atingir meus objetivos. Estou realizada!”, contou à BE.

BE-+-SAUDÁVEL-1

BE-+-SAUDÁVEL-2

Vitoria Avancini

Vitoria Avancini

Aspirante a jornalista e serelepe por opção, a palavra sempre foi minha matéria prima.Em meus textos, singelas observações de um universo cósmico e inspirador, além de perspectivas a respeito do que as pessoas sentem. Deixar fluir a imaginação e buscar o grande trabalho da empatia para que a linguagem ganhe novos contornos é a meta.
Vitoria Avancini

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *