Não volto mais, mãinha!

Belas praias, dunas, restingas, manguezais, recifes de corais, lagoas, rios, cachoeiras, reservas ambientais cheias de coqueiros. Toda essa beleza natural e quase intocada está escondida em Subaúma, no litoral norte da Bahia, só esperando para ser descoberta! POR Cristina Magnani FOTOS Divulgação e Arquivo Pessoal

Provavelmente você nunca ouviu falar de Subaúma, um pequeno vilarejo de pescadores no litoral norte da Bahia, a cerca de 100 km de Salvador e 50 km da Praia do Forte, mais especificamente na Linha Verde, cortando toda a Costa dos Coqueiros. Mas suas belezas naturais estão prestes a ganhar a atenção do mundo todo.

Em dezembro deste ano será inaugurado o Nano Beach Club, que promete unir o melhor do entretenimento, da gastronomia e do fitness. Dos mesmos investidores do mega evento musical Tomorowland, o exclusivo club terá uma torre onde os mesmos DJs tocarão ao por do sol de Subaúma durante o verão 2018 (com direito a 40 spinnings à beira da piscina de 285 m2) e camarotes com capacidade para até 40 pessoas.

20170602-_Y7A6944

A gastronomia não fica atrás. Coordenada pelo renomado chef Maurício Jasnievicz, que traz toda a experiência da comida peruana do Astrid y Gaston, trará o melhor da gastronomia molecular, finger foods e exclusivos menus degustação num restô com capacidade para 200 pessoas.

Tudo isso acontecerá em meio a uma APA (área de preservação ambiental) de cerca de 10 km de extensão de uma larga faixa de areia totalmente enfeitada por lindos e com a paz que a gente procura!

Colagem sem título
Rolou até casório de verdade, minha gente!

ONDE FICAR

Sem dúvida alguma, a melhor opção de hospedagem é o Tree Bees Resort. Dos mesmos investidores do Nano Beach Club, o grupo belga vislumbrou todo o potencial da região quase inexplorada e construiu o hotel na ponta sul da praia, fazendo divisa com a área dos coqueiros.

Além de valorizar a cultura local (você vai encontrar objetos de decoração belíssimos dos artesãos locais por todo o hotel), a equipe foi treinada para mimar os hóspedes. A começar pelos 45 apartamentos, com 170m2, sendo 3 suítes, cozinha e sala de estar, pelos atrativos, que incluem 5 piscinas, 2 quadras de tênis, uma quadra de futevôlei, campo de futebol, 2 restôs e pelo exclusivo beach club, único pé na areia, que atende casamentos de até 300 convidados.

E não para por aí. Os mimos têm um sabor especial quando o assunto é gastronomia. Isso porque o chef Maurício Jasnievicz pesca – se quiser, é só combinar com ele e ir junto anda de caiaque e pescar curimãs e caranhas no rio Subauma – e prepara um sashimi, ceviche, ou o prato que o hóspede preferir, tudo muito fresquinho. Ah, e se der aquela preguicinha de sair da cama logo cedo, não tem problema! O chef prepara um super café-da-manhã e leva até o apartamento.

20170602-_UCS4946
Que tal um drink no quiosque em frente ao mar?

O QUE FAZER

A beleza, a natureza e a tranqüilidade de um lugar tipicamente tropical estão o ano inteiro nesta simpática cidade praiana.

Tanto a praia dos coqueiros como as lagoas da região são ótimas opções para a prática de esportes náuticos, como caiaque, windsurf e jet-ski. Durante o verão acontecem algumas importantes competições esportivas. Pra quem gosta de mergulhar, os arrecifes são redutos de lagostas e durante as baixas de maré formam piscinas naturais.

21123221_778398265668200_623417341_o (1)
Dunas e água doce na Lagoa Azul

Dentre os destaques estão o Mirante do Cruzeiro, que oferece uma visão panorâmica de toda a área de Subaúma, em especial o por do sol, um espetáculo à parte; a Cachoeira dos Índios, formada pelo rio Subaúma, com uma queda d´água de 5 metros, ideal para banho; a Lagoa Verde, que faz parte de um conjunto de lagoas formadas entre o cordão de dunas, cercada por coqueiros e restinga, de água doce, fria e cristalina, com coloração azul esverdeada e a Praia de Massarandupió, um reduto de amantes do naturismo, com 2 km de piscinas naturais, areia branca, dunas e coqueirais dignos de uma selfie pra vida. Caso se apaixone e queira ficar por lá, há várias opções de hospedagens gringas rústicas no pequeno vilarejo.

21082169_778398272334866_1274026909_o

No distrito ao lado de Entre Rios, o de Baixio, você pode visitar a Lagoa Azul, uma das cinco lagoas de águas mornas e cristalinas formadas pelas 14 nascentes espalhadas pela região.

A região abriga, ainda, o projeto Berimbau (institutoberimbau.org), que entre as atividades de sustentabilidade e educação trabalha o artesanato de piaçava, que atrai grandes empresas como a Natura. Vale a pena conferir – e levar para casa – uma delas!

Colagem sem título (1) 

POR QUE SUBAÚMA?

Conta a lenda que no tempo dos engenhos um senhor ficava sentado no alpendre de sua casa grande com olhos de luxúria para as escravas que lavavam roupa no rio. Vez por outra, para satisfazer seus desejos gritava: Suba uma. Daí teria surgido o nome do lugar.

 

Últimos posts por Cristina Magnani (exibir todos)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *