Rota da Diversão

Já que outubro é o mês das crianças, aí vai uma série de dicas para você montar seu roteiro gastronômico repleto de atrativos kids e garantir uma fuga pra lá de especial do caos da cidade grande POR Vitória Avancini FOTOS Reprodução

Encontrar um local tranquilo para aquietar a mente e apreciar o crescimento dos filhos é sempre uma boa alternativa para curtir o Dia das Crianças. Mas muitas vezes temos que enfrentar horas de estrada para sair do agito. Nesse roteiro, você verá dicas de restaurantes e passeios repletos de doces caseiros, queijos, adegas e até lojinhas de artesanato, tudo com cara de viagem e que têm, em média, apenas uma horinha de distância da capital paulista.

Padaria Miolo

A primeira parada deste roteiro não fica fora da capital e entra como a número um da lista BE SUPER por se tratar de uma padaria orgânica em meio a natureza. No bairro Tremembé, em uma casa pequena no pé da Serra da Cantareira, é possível saborear um café da manhã ao ar livre com direito a pães orgânicos quentinhos, suco de laranja feito na hora e ovos mexidos. Além do mais, o contato com o verde é superimportante para as crianças, pois estimula as atividades cerebrais e apura os sentidos. Nada mais perfeito para desacelerar a rotina e focar nas cores, aromas e sons emitidos pela Grande Mãe Terra, não é mesmo?

O Velhão

o velhão - café da manhã

Também no coração da Cantareira, na estrada de Santa Inês, o Velhão surgiu como uma oficina para a capacitação de jovens aprendizes de marcenaria e serralheria e dá lugar, hoje, a lojinhas de artesanato, pedras e floricultura – tudo cercado pelo verde e pelas construções de material de demolição reciclado. Além disso, o famoso restaurante “As Véias” conta com oito ambientes diferentes na pegada rústica e serve comida tipicamente brasileira, em especial a mineira, tudo com a cara da avó e feita no forno à lenha. Aliás, por lá você pode degustar um café da manhã dos deuses – com direito a bolos caseiros, café no bule, pães quentinhos e uma variedade de frutas e sucos – ou provar as saladas, antepastos, massas, carnes e sobremesas durante o almoço, tudo em uma atmosfera imponente e misteriosa. E, ah, o nome faz referência ao casal fundador do complexo, o visionário Moacyr e a atual administradora, dona Iracema!

O Garimpo

Lugar pitoresco e arborizado, com artesanatos diversificados, comidinhas gostosas e arquitetura colonial – não poderíamos deixar de fora dessa lista o Garimpo, restaurante europeu da famosa feira de fim de semana de Embu das Artes. Além de agradar o paladar, com cardápio alemão, repleto de frutos do mar, e preparos tipicamente brasileiros, o passeio ganha turistas pela cultura e arte que envolve o cenário – cerca de 800 expositores mostram trabalhos em vidro e madeira, roupas, redes e mantas nas ruas do centro histórico da cidade, em meio a lojas de antiguidade e de guloseimas artesanais. E pra deixar o ambiente ainda mais bacana, músicos, atores e poetas se somam à paisagem, com música ao vivo no final da tarde e feira para adoção de pets – essa é para ganhar o coração das crianças!

feira embu das artes

Quinta do Olivardo

São Roque é um dos mais comuns destinos quando se trata de boa gastronomia, colheita da uva e da tradicional festa da pisa, mas a adega e restaurante Quinta do Olivardo é o ponto do mapa pra quem quer trazer um pouco de cultura portuguesa para os filhos e viajar pelo túnel do tempo de volta a 1807, em meio a parreiras e ao som dos tradicionais fados de fundo. Aliás, é nessa atmosfera envolvente que o proprietário da casa convida os turistas a enterrar uma garrafa de vinho numerada e voltar seis meses depois para degustar a bebida, relembrando a tradição do Vinho dos Mortos – os colonos que enterravam suas garrafas e alimentos do campo para evitar que a produção fosse saqueada pelos invasores durante a Guerra Peninsular. Uma pitada de história!

Fazenda Angolana

Um pouco de turismo rural: a quinta parada deste roteiro é total BE SUPER, natureza e ar puro, na estrada para Ibiúna, onde os visitantes podem entrar em contato direto com os animais e vivenciar o clima da fazenda. Aos finais de semana, a casa conta com dois restaurantes, um à la carte e outro buffet de fogão a lenha, além de um mini zoo com 150 tipos de animais, passeio de pônei, trilha ecológica e playground. Alguma dúvida de que o paraíso kids fica em São Roque? Não esqueça de levar as crianças para a Aldeia dos Coelhos!

Vila Don Patto

Também em São Roque, a casa traz o melhor da gastronomia portuguesa e italiana, vinhos e natureza em um ambiente bucólico. Para comemorar em grande estilo é só cair na Estrada dos Vinhos e compartilhar bons momentos em família com direito a adega e empório, café, sorveteria, artesanato e fazendinha na Vila. E, claro, o grande trunfo dessa parada são as redes com vista para a montanha, ideais para papais e mamães que desejam tirar uma soneca pós-almoço enquanto as crianças se divertem no playground!

Maria Zabbé

Na região central de Vinhedo, o restaurante com toalhas de chita e ambiente rústico tem comidinha caseira com sabor de casa da vovó, música ambiente e Rotisseria para levar um pedaço do passeio pra casa. O cardápio do fim de semana vem repleto de sugestões das chefs Edna e Ludmila Bombonatti e pratos especiais – consulte os queridinhos da Zabbé e saiba os pedidos que mais saem. Além disso, a decoração retrô é presenteada com a visita constante de pássaros e se mescla à natureza, em um mix de plantas e madeira. Pra quem está de dieta, o lugar também oferece um cardápio bem-estar, totalmente pensado para trazer sabor e saúde.

Maria Zabbé

Vitoria Avancini

Vitoria Avancini

Aspirante a jornalista e serelepe por opção, a palavra sempre foi minha matéria prima.Em meus textos, singelas observações de um universo cósmico e inspirador, além de perspectivas a respeito do que as pessoas sentem. Deixar fluir a imaginação e buscar o grande trabalho da empatia para que a linguagem ganhe novos contornos é a meta.
Vitoria Avancini

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *